Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Formação pessoal e profissional

A arte de administrar

Vamos falar um pouco de Administração. Ciência social com a qual todos têm contato durante a vida, independente do ramo de mercado em que atuam.

Publicada em 03/06/19 às 15:49h - 28 visualizações

por Prof. Alex Sandro Franco de Souza, M.Sc.


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Vamos falar um pouco de Administração. Ciência social com a qual todos têm contato durante a vida, independente do ramo de mercado em que atuam. Pode-se dizer que desde a atividade mais simples até a mais complexa precisa de administração. A forma correta de aplicação dos princípios e ferramentas da   administração é que vai aumentar a probabilidade de sucesso. Quanto mais complexa a atividade, mais elaborado será o nível de administração e o conhecimento dos profissionais envolvidos para o sucesso do empreendimento. Entende-se como empreendimento todo esforço necessário para que um objetivo seja alcançado. 
A administração de empreendimentos ou recursos (pessoas ou coisas) precisa atender a princípios básicos como: planejamento, organização, execução, controle e avaliação. Para um processo de crescimento do conhecimento e melhoria de processos, em situações que se repetem, pode-se a partir da avaliação qualificar o planejamento de um novo processo similar. 
Para um bom desenvolvimento das atividades aconselha-se a contratação de um administrador formado em Administração de Empresas, que geralmente atua nas seguintes áreas do conhecimento: gestão financeira, gestão de recursos humanos, gestão de marketing, logística, planejamento estratégico, comércio exterior, auditoria, consultoria, controle de produção, gestão ambiental, gestão da informação, pesquisa de mercado, carreira acadêmica, gestão de processos e controladoria. Enfatizo na questão do administrador formado em Administração de Empresas, pois o termo administrador é amplamente usado em nossos dias para diversas atividades em ramos do conhecimento diversos como: administrador de condomínio, administrador eclesiástico (de igrejas), administrador de redes (infor- mática); assim, poderia citar outros exemplos. Isto indica que características do administrador são necessárias em diversas áreas do conhecimento.
Para as pessoas que necessitam fazer a gestão de pequenos negócios, fica caro a contratação de um administrador. Se faz necessário o proprietário ou, muitas vezes, ele como microempreendedor individual, buscar as competências básicas da administração em cursos rápidos nas associações profissionais, escolas de negócios e diversos cursos que hoje em dia estão disponíveis de forma fácil e barata tanto presencial quanto pela web. 
Em um melhor entendimento dos princípios básicos da administração, trago agora algumas contribuições. 
Planejamento é definir o que se pretende fazer no futuro com objetivos e metas tanto em quantidade quanto em qualidade. Definir planos para alcançar esses objetivos. 
Organização é a forma como se apresenta um sistema determinado a atingir os objetivos do planejamento, ou seja, os resultados pretendidos. Estas funções devem ser de modo controlado e coordenado com o intuito de atingir cada um dos objetivos com assertividade. Para isto ocorrer precisa-se que as atividades sejam coordenadas assim como as pessoas participantes do processo. 
A execução é fazer com que o projeto seja realizado, aplicado, efetivo. É fazer que os objetivos sejam cumpridos de forma integral. É o  coração da         administração. Muitas vezes é a causa do insucesso, pois muitos partem direto para a execução sem antes planejar e organizar as atividades e durante a execução sentem falta de algum insumo, seja ele material ou algum conhecimento específico, muitas vezes fundamental para o sucesso do empreendimento. Pela falta de um conhecimento básico de administração é que 80% das micro e pequenas empresas desaparecem antes de completarem um ano. Não basta um bom conhecimento técnico na área que vai empreender, precisa de um mínimo de conhecimento em gestão/administração. 
O controle é quarto princípio da administração, fundamental para verificar se o que foi planejado está sendo cumprido e as possíveis rotas de correção. Por isto tem que medir, tem-se que ter parâmetros para verificar se está no caminho correto. Médias de mercado e conhecimento de revista especializadas na temática que você está empreendendo auxilia muito. Muitos partem para um plano de negócio já no planejamento que aponta ferramentas de controle e de possíveis correções, caso seja necessário.
O quinto e último princípio é a avaliação, onde se verifica se os parâmetros quantitativos e qualitativos foram atingidos. É a partir destas avaliações que se faz as pequenas alterações do projeto que se está executando ou se tem subsídios para construir um novo projeto semelhante a este com um nível melhor de detalhamento e aperfeiçoamento. Se faz um memorial das lições aprendidas que será base para futuros planejamentos. 
Em suma, administrar é uma arte que nunca se domina completamente, mas pode-se ir se aperfeiçoando no dia a dia, observando o que se faz, sendo crítico e buscando informações nas literaturas. Precisa sempre aliar a prática com a teoria, uma não vive sem a outra quando se busca a perfeição nos negócios: sempre almejada, mas, nunca alcançada; porém, cada vez mais próxima.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05/06/19 - Saúde, segurança e educação Exoma: exame gratuito pelo SUS
04/06/19 - Comunicação Impresso ou digital?
03/06/19 - Cidadania e Política O que é cidadania?






Nosso Whatsapp

 (41) 99844 8018

Copyright (c) 2019 - radioplena.com.br - Para quem é notável pelo que é, e não pelo que faz de conta ser!