Terça-feira, 20 de Outubro de 2020
Quem Somos


Das experiências tidas como comunicador, em rádio, todas resultaram em aprendizado e a melhor experiência foi ter conhecido e firmado amizade com o digno e talentoso comunicador e radialista Eli Moura: em 16 de julho de 2011 ele propôs e topei realizar o projeto do qual faláramos anos antes, e às doze horas do dia 7 de setembro de 2011 a Rádio Plena foi ao ar ou para a rede, a partir de Curitiba PR.

Sendo web rádio, sua audiência é contada em dezenas ou centenas de ouvintes simultâneos; com muito trabalho, mais acertos que erros, a audiência melhora, compatível com a de um veículo de comunicação segmentado e exigente na sua proposta. Ademais, web rádio ainda é, em certa medida, novidade; e outros modos de comunicar são disponíveis na internet.

Há fantásticos comunicadores em todas as mídias e áreas: aqueles que realmente têm compromisso com o que dizem para o seu público, que se importam e tentam fazer alguma diferença no mundo, em favor dos que mais precisam, ainda que fadados a pechas tais como idealistas, utópicos ou tolos.

Entretanto, geralmente, os que mais costumam durar, ganhar algum ou muito dinheiro e fama, são, no mínimo, acomodados, que não arriscam para não receber crítica e perder popularidade; e pululam os pelegos e canastrões que simulam ser do e para o povo, mas, seu compromisso é para com o próprio ego e bolso. Dentre esses, abundam aqueles cujo comportamento não difere do comum aos politiqueiros de partido político e seus vassalos, bem como dos politiqueiros de sindicatos, de associações de fachada, de igrejas e de empresas travestidas de religiões; além dos muitos com boa fé e má formação, com obtusidade e intolerância. Com exceções, eis o que é comum também no rádio e na internet; além da insuperável predileção de multidões pela banalidade, idolatria de carismáticos e famosos de ocasião…

Sei submeter-me a procedimentos que não os meus e respeito o ser e pensar alheio. E tenho coragem de me posicionar e arcar com as consequências de ser minoria e até exceção. Por isso, embora afirme que ao leitor, ouvinte e expectador caiba exercer o inalienável direito de concordar e aproveitar, ou não, o que comuniquei e, por mais que concorde e aproveite, seja capaz de ter suas próprias conclusões, só falo e escrevo onde não haja censura e interferência para que minta, omita ou distorça; pois, comunico tentando ser empático e clarificando o que é fato, versão, boato, opinião e ponto de vista.

A Rádio Plena, sob o mote Música, Informação e Formação, é opção para quem não se contenta com propostas de superficialidades, futilidades, superstições, demagogias, populismos, fundamentalismos, alienações etc…

Fazem parte da história da Plena, especialmente, o Eli, o Diogo, o Alan e a Evíldia. A seguir, conheça os demais.

Ao primar pela qualidade e não quantidade, a Plena é submetida ao crivo de ouvintes mais exigentes e interativos, interessados em continuar evoluindo pessoal e profissionalmente – sendo esta a convergência que nos aproxima, posto que a nossa programação pode ensinar e a nossa equipe precisa continuar aprendendo, inclusive, com os ouvintes.

Que doravante possa continuar dizendo: tem valido a pena.

Conheça a programação, escute, aprecie, avalie, comente.


José Carlos de Oliveira - diretor e comunicador

Eliane Lima - jornalista e comunicadora

Daniel Paitra - contatos e reportagens

Paulo Black - vinhetas

Josué Robaldo - técnico








Nosso Whatsapp

 (41) 99844 8018

Copyright (c) 2020 - radioplena.com.br - Para quem é notável pelo que é, e não pelo que faz de conta ser!